NOSSAS COMUNIDADES

NOSSAS COMUNIDADES




Saiba Mais Sobre Nossas Comunidades Visitando Nosso Site.

ORKUT, VC NÃO VAI COM MINHA CARA?

Esta comunidade foi criada em protesto ao orkut que varias vezes exclui nosso perfil injustamente, vc que ja foi excluido sem ter derespeitado a politica do orkut participe desta comunidade Valos falar ao Orkut nosso protesto, pois somos nos quem usamos e fazemos ele. Participe e lutemos para que o orkut seja mas prudente e tenha respeito por nós,(mas só se vc foi excluido injustamente sem ter ferido a politica do orkut) ou então vamos continuar dizendo e perguntando o que é que há em ORKUT VC NÃO VAI COM MINHA CARA?




NÃO RESPONDE DELETO MESMO!

Esta foi criada para todos aqueles que ja estão fartos de aceitar pedidos de amizade, de pessoas que so fazem entulhar o orkut. Nunca dão sinal de vida, nunca responde aos seus email, deleta seus recados, não dizem obg e nem ajuda em nada. Vc que ja esta cansado disto entra nesta comunidade e vamos mostrar aos que so gostam de entulhar que nossa amzd ele não terá, pois será excluido. (Exceto Aquele que é muito dificil entrar na net por motivos superiores ou coisa assim, não podem esta o tempo todo ON) Mas aqueles que sempre fica ON e nuNca lhe dar uma palhinha EU DELETO MESMO SEM PENA NEM DÓ.




VI, GOSTEI E ADICIONEI!
ESTA COMUNIDADE E PRA VC QUE QUANDO VER GOSTA JA VAI ADICIONANDO E TAMBEM COM OS VIDEOS DE BG, JN E JR ONDE TEM VIDEOS PRA TODOS OS GOSTOS HUMOR, DITADOS, SEXI E MUITOS OUTROS.




QUERIA VER VC PELADO!
Esta Comunidade Foi Feita para Aqueles que Quando Veem Alguém e se Simpatisa, seja Homem ou Mulher, Sobe Mil Ideias na Cabeça e Uma das Tais é de Um Dia Ver Aquela Pessoa Pelado(a) da Mesma Forma Que Nasceu.

Visite Nosso 3* Site
(obs:conteudo adulto)




INTIMIDADES ENTRE AMIGOS!
Vc que tem AMIGOS de verdade, sabe o quanto e bom termos INTIMIDADES com eles, e nisto surge sempre um momento em que nada se é escondido entre ambos, até ficarem nus entre si, pois não existe preconceito, nem desconfiança ou coisas deste tipo para ambos, pois Sabem aproveitar cada momento com seu Amigo até momentos muito INTIMOS em que uma olhadinha em todo corpo, um elogio e quem sabe até uma punhetinha ambos batemos uns nos outros passando o tempo e se divertindo neste mundo gostoso da INTIMIDADE ENTRE AMIGOS. Uma outra coisa muito boa também e quando gostamos de alguém e temos nele aquele desejo de velo PELADO, e criamos momentos através de brincadeira levar-mos o outro ao mesmo desejo que o seu ai então surge está pergunta: - E AI TOPAS?


SIGA-NOS:

Fale Conosco Siga-nos no Twitter Adcione nosso Facebook Comunidade no Orkut Assine nosso Feed!
FACEBOOK--> BGJNEJR

BGJNEJR
 TV, VIDEO GAME E CELULAR AO LADO DA CAMA FAZEM AS CRIANÇAS PERDEREM O SONO E IREM PIOR NA ESCOLA

TV, VIDEO GAME E CELULAR AO LADO DA CAMA FAZEM AS CRIANÇAS PERDEREM O SONO E IREM PIOR NA ESCOLA


É difícil tentar afastar as crianças de hoje do celular, videogame e TV. O Natal é um bom lembrete do quanto os pequenos estão ligados em tecnologia. Uma pesquisa do FreeDeliveryLand.co.uk revelou que mais de três quartos (78%) das crianças entre 5 e 11 anos no Reino Unido pediram algum presente tecnológico neste Natal. Os pais tiveram reações mistas para o pedido, com 46% afirmando que os aparelhos são muito caros. Pouco menos de um terço (29%) disseram que seus filhos eram muito jovens e 18% disseram que preferem comprar presentes mais tradicionais. Apesar de suas reservas, no entanto, mais da metade dos pais entrevistados confessou ter cedido aos pedidos de seus filhos, com 31% dizendo que rostos tristes no dia de Natal foi o principal motivo para lhes dar o que eles queriam. No entanto, segundo um estudo da Universidade de Dalhousie, em Nova Scotia, no Canadá, a tecnologia não é sempre uma boa companhia para as crianças. As que possuem televisores, games e smartphones nos seus quartos sofrem com mais ansiedade e têm desempenho pior na escola devido à falta de sono. A perda de apenas uma hora de sono pode prejudicar o desempenho de uma criança na escola, tornando mais difícil para ela resolver problemas de matemática e atrapalhando sua memória. De acordo com os cientistas, um dos maiores culpados para o sono inadequado e perturbado é a tecnologia. Os pesquisadores dizem que as crianças deveriam ter um lugar exclusivo para o entretenimento, e o quarto deveria ser somente um lugar para descanso e sossego. “Muitas crianças e adolescentes dormem com seus telefones e são despertados regularmente por toques durante toda a noite quando chegam mensagens, e-mails ou alertas de redes sociais”, diz a psicóloga Jennifer Vriend, principal autora do estudo. “Ter televisores e videogames no quarto também é um problema. Configura o cérebro para vê-lo como uma zona de entretenimento ao invés de um lugar calmo, sonolento. E jogar games violentos confunde a mente dos jovens para ver o quarto como um lugar de perigo, levando-os a estar alerta quando deveriam estar relaxados”, explica. Vriend e sua equipe analisaram 32 crianças com idades entre 8 e 12 anos que dormiam, em média, cerca de nove horas por noite. Eles pediram aos jovens para manter suas rotinas habituais durante a primeira semana e, em seguida, dividiram o grupo em dois, com metade indo para a cama uma hora mais tarde, durante quatro dias consecutivos. A outra metade foi para a cama uma hora mais cedo do que o habitual, dando-lhes, em média, um extra de 73 minutos de sono em comparação com aqueles que dormiram mais tarde. O efeito foi dramático. Após a passagem de quatro dias, todas as crianças foram testadas para avaliar suas habilidades de matemática, capacidade de atenção e memória de curto prazo e de trabalho. Os pais, por sua vez, mantiveram um registro do comportamento das crianças. Os resultados revelaram que as que dormiram menos tinham menos resposta afetiva positiva, pior regulação da emoção, pior memória de curto prazo e de trabalho e menos atenção. “Os resultados sugerem que mesmo diferenças modestas na duração do sono em apenas algumas noites podem ter consequências significativas para o funcionamento diurno das crianças”, concluem os pesquisadores. [DailyMail, Telegraph]
 PENSAR EM DEUS ACALMA OS CRENTES E ESTRESSA OS ATEUS

PENSAR EM DEUS ACALMA OS CRENTES E ESTRESSA OS ATEUS


<br>associada a cometer erros. No entanto, a conclusão só é válida para pessoas que acreditam em um Deus. Os pesquisadores mediram as ondas cerebrais de um tipo particular de reação, enquanto os participantes do estudo cometeram erros em um teste. Aqueles que tinham se preparado para o teste com pensamentos religiosos tiveram uma resposta menos proeminente a erros do que aqueles que não tiveram. Segundo os especialistas, 80% dos humanos têm algum tipo de crença religiosa. Os psicólogos querem estudar porque as pessoas têm essas crenças, explorando como elas funcionam, e para que elas possam servir. Com dois experimentos, os pesquisadores mostraram que quando as pessoas pensam sobre religião e Deus, seus cérebros respondem de forma diferente, de uma forma que lhes permite ter contratempos e reagirem com menos sofrimento aos erros que provoquem ansiedade. Os participantes ou escreveram sobre religião ou realizaram uma tarefa com palavras relacionadas à religião e Deus. Em seguida, os investigadores gravaram a atividade do cérebro à medida que eles completaram uma tarefa informatizada, que foi escolhida porque tem uma alta taxa de erros. Os resultados mostraram que quando as pessoas foram condicionadas a pensar sobre religião e Deus, consciente ou inconscientemente, isso diminuiu a atividade cerebral em áreas compatíveis com o córtex cingulado anterior (CCA). O CCA é associado com uma série de coisas, incluindo a regulação de estados corporais de excitação e alerta quando as coisas estão indo mal. Curiosamente, os ateus reagiram de forma diferente. Quando eles se prepararam inconscientemente com ideias relacionadas a Deus, o CCA aumentou a sua atividade. Os pesquisadores sugerem que, para as pessoas religiosas, pensar em Deus pode fornecer uma maneira de ordenar o mundo e explicar eventos aparentemente aleatórios e, portanto, reduz seus sentimentos de angústia. Em contrapartida, para os ateus, os pensamentos de Deus podem contradizer os sistemas de significado que eles acreditam, e assim causar-lhes mais sofrimento. Os psicólogos pensam que esses resultados podem ajudar a compreender algumas das conclusões interessantes sobre as pessoas que são religiosas. Por exemplo, há evidências de que pessoas religiosas vivem mais tempo e tendem a ser mais felizes e saudáveis. Os ateus não devem se desesperar, entretanto. Os pesquisadores acham que o mesmo efeito pode ocorrer com qualquer sistema de significado que fornece estrutura e ajuda as pessoas a compreender o seu mundo. Talvez os ateus se saíssem melhor se fossem condicionados a pensar sobre suas próprias crenças 5 argumentos e seus contra-argumentos para a existência de Deus Artigos que falam sobre religião são sempre polêmicos. Para estimular a reflexão, vamos apresentar cinco argumentos a favor da existência de Deus (nesse caso segundo o cristianismo), e os contra-argumentos para eles. Lembrem-se: você pode comentar sobre a veracidade ou dar a sua opinião sobre cada um dos tópicos, mas seja educado e argumente razoavelmente. Afinal de contas, é a racionalidade que nos separa dos outros animais. 1 – Argumento Ontológico Formulado pela primeira vez por Santo Anselmo, Arcebispo de Canterbury, e reformulado por Alvin Plantinga, esse argumento diz: “Deus existe, desde que é logicamente possível que ele exista”. Este argumento é muito simples, exigindo não apenas uma crença em Deus, mas uma crença na necessidade de Deus. Se você acredita que ele é necessário, então você deve acreditar que ele existe. O contra-argumento: a crítica normalmente lida com o argumento ontológico dizendo que ele é uma “afirmação vazia”, o que significa que afirma qualidades inerentes apenas a uma declaração não comprovada, sem qualquer suporte. Também é criticado como um argumento circular, girando em torno de uma premissa a uma conclusão que se baseia na premissa, que se baseia na conclusão. Cá entre nós, simplista ou não, eu acho esse argumento inteligente. É fato que ninguém provou, sem sombra de dúvida, que Deus existe, mas ninguém também provou que ele não existe. Ou seja, ele pode existir não? 2 – Argumento Moral Este argumento é muito antigo, e afirma que Deus deve existir pelo seguinte motivo: primeiro, um aspecto de moralidade é observado; a crença em Deus é a melhor explicação para essa moralidade do que qualquer outra alternativa; portanto, a crença em Deus é preferível a descrença em Deus. O contra-argumento: este argumento é tecnicamente válido se os três componentes dele forem aceitos, e a maioria dos críticos se recusa a aceitar o primeiro. Moralidade, eles argumentam, não é universal. O homicídio foi perfeitamente aceitável para os soldados da Primeira Cruzada, que mataram cada homem, mulher e criança em Jerusalém em 1099. Thomas Hobbes argumenta que a moralidade baseia-se na sociedade em torno dela, e não é, portanto, objetiva. 3 – Argumento de Grau Esse argumento é uma das “Cinco Provas de Deus” de São Tomás de Aquino, e ainda provoca debate. Aqui está a declaração de Aquino, traduzida do latim (não perfeitamente): “A quarta prova origina-se dos graus descobertos nas coisas. Pois é descoberto maior ou menor grau de bondade, de verdade, nobreza e outras coisas. Mas ‘mais’ ou ‘menos’ são termos falados sobre várias coisas que vão se aproximando de diversas maneiras a algo que é o ‘maior’, assim como no caso do ‘mais quente’ se aproximar do que seria o ‘maior calor’. Existe, portanto, algo ‘mais verdadeiro’ e ‘melhor’ e ‘mais nobre’, que, em consequência, é o ‘maior ser’. As coisas que são as maiores verdades são os maiores seres, como se afirma na Metafísica. Além disso, o que é o maior e o melhor é, de outro modo, a causa de todas as coisas pertencentes a ele; assim fogo, que é o maior calor, é a causa de todo o calor, como é dito no mesmo livro (cf. Platão e Aristóteles). Portanto, existe algo que é a causa da existência de todas as coisas, e da maior bondade e de toda a perfeição. Chamamos isso de ‘Deus’”. O contra-argumento: a crítica mais prevalente desse argumento considera que não temos de acreditar em um objeto de um maior grau, a fim de acreditar em um objeto de um menor grau. Richard Dawkins, um famoso ateu, argumenta que só porque nos deparamos com um objeto com mau cheiro, não precisamos acreditar em algo que é a coisa mais malcheirosa do mundo. 4 – Argumento de Razão O escritor C. S. Lewis surgiu com esse argumento. Ele afirma que Deus deve existir, porque: “Supondo que não há nenhuma inteligência por trás do universo, nenhuma mente criativa. Nesse caso, ninguém concebeu meu cérebro para o propósito de pensar. Trata-se apenas de um acaso, que os átomos no interior do meu crânio, por razões físicas ou químicas, se organizaram de uma certa maneira que me dá, como subproduto, a sensação que eu chamo de pensamento. Mas, em caso afirmativo, como posso confiar em meu próprio pensamento, que ele é verdadeiro? É como virar uma jarra de leite na esperança de que a maneira como o leite espirra resulte em um mapa de Londres. Mas se eu não posso confiar em meu próprio pensamento, é claro que eu não posso confiar nos argumentos que levam ao Ateísmo e, portanto, não tenho razão para ser ateu, ou qualquer outra coisa. Se eu não acreditar em Deus, eu não posso acreditar no pensamento e não posso usá-lo para não acreditar em Deus”. O contra-argumento: essa ideia soa poderosa, e o julgamento final sobre ela ainda está em debate. Mas o seu principal ponto fraco é que, no sentido mais estrito, não é uma prova da existência de Deus, porque requer a suposição de que a mente humana pode avaliar a veracidade ou falsidade de uma afirmação, e exige que a mente humana possa ser convencida pela argumentação. Mas, para rejeitar a hipótese de que a mente humana pode avaliar a veracidade ou falsidade de uma afirmação, uma mente humana tem de assumir que esta afirmação é verdadeira ou falsa, logo prova que a mente humana pode avaliar a veracidade ou falsidade de uma alegação. Mas nada disso tem nada a ver com a existência de Deus. Assim, o argumento é mais tratado como uma refutação do materialismo naturalista. No entanto, dado que a maioria dos ateus usa o materialismo naturalista como a fundação de ateísmo, é um argumento muito viável. 5 – Argumento Cosmológico A prova mais famosa de Deus de Tomás de Aquino é essa, e você provavelmente já ouviu falar dela de alguma forma. Esse argumento surgiu antes de Aquino, pelo menos tão cedo quanto Platão e Aristóteles, e em termos básicos, diz: 1.Todo ser finito e contingente tem uma causa. 2.Nada finito e contingente pode causar si mesmo. 3.Uma cadeia causal não pode ser de comprimento infinito. 4.Portanto, uma Primeira Causa (ou algo que não é um efeito) deve existir. Isto é especialmente impressionante na medida em que foi teorizado pelos gregos, numa altura em que o universo não era conhecido por ter tido uma origem, que hoje chamamos de “Big Bang”. O argumento mudou para a seguinte forma: 1.Tudo que começa a existir tem uma causa. 2.O universo começou a existir. 3.Portanto, o universo teve uma causa. O contra-argumento: Sequencialmente falando, esses três pontos são verdade. Mas o segundo ponto requer que o universo tenha uma causa, e nem todos têm certeza disso. O “Big Bang” é a teoria mais prevalente na astrofísica hoje, mas há controvérsias se o universo é infinito ou teve um começo. Esse argumento também comete a falácia lógica chamada “regressão ao infinito”. Se o universo teve uma primeira causa, o que causou essa causa em primeiro lugar? A crítica afirma que é injusto defender a causa de todas as coisas, e, em seguida, defender a única exceção de uma “Primeira Causa”, que não têm uma causa.

Leia Mais Matérias Evangelicas em Nosso Site.


15 CANTADAS QUE DIVERTEM AS MULHERES

15 CANTADAS QUE DIVERTEM AS MULHERES

A maioria das mulheres é movida pelo coração, não pelo sexo. Portanto, abordagens grosseiras e meramente carnais provavelmente não funcionarão.
é interessante revelar alguma timidez, tipo: Estou meio sem jeito, mas precisava vir aqui te falar, eu quero muito te conhecer.? Feitas essas recomendações vamos ás frases que provavelmente agradariam a elas. 1- Estou aproveitando os Últimos momentos em que a minha mente está vazia de memórias suas. Pois sei que a partir de amanh? cedo, vou me lembrar em detalhe de todos os movimentos de suas mãos, de sua boca, de sua pele sobre o meu corpo e das coisas lindas que vai me dizer depois.
2- Eu fiz tudo que pude para parecer indiferente á sua presença, ao seu perfume, ao seu olhar, ao seu corpo e ao seu encanto. Mas n?o consegui. Sou um fracasso.
3- Só de te olhar, tenho certeza de que qualquer coisa que você faça é no minimo duas vezes mais bem feita do que eu ou qualquer outro homem se atreveria a tentar. ? isso que eu quero conhecer, a começar pelo seu sorriso.
4- Dá pra ver que você não tem o menor problema em viver nesse planeta controlado por homens. ? só olhar o seu charme, que a gente percebe que nesse mundo quem domina mesmo ? você.
5- Eu sei que é raro e é um privilegio que estou tendo. Um anjo vem do céu, dá um rasante na Terra e decide pousar um pouquinho. Eu n?o poderia perder esta oportunidade.
LOUCO POR VOCÊ
6- Há muito tempo que vinha sonhando com você todas as noites. E no final do sonho você sempre me escapava. Mas agora eu entendi sua estratégia e aplaudo. Você me deixou cada vez mais louco por você no sonho, para um dia aparecer na minha vida e ser minha de verdade.
7- Eu sei que sou egoista e só estou visando meu próprio bem-estar. É que sei que, se não conversasse com você hoje e agora, passaria noites e noites sem dormir, arrependido. Nunca poderia me perdoar. Mas se você me sorrir e me disser o seu nome, eu acho que estou salvo.
8- Eu poderia te perguntar as horas, ou se você tem um isqueiro. Mas eu tenho relógio e não fumo. Queria mesmo ? falar com você, mas n?o arranjava jeito. Há muito tempo que vinha sonhando com você todas as noites.
9- Se você não acredita em amor á primeira vista, eu compreendo, é raríssimo acontecer. Quer que eu passe aqui perto de ti mais uma ou duas vezes?
10- Eu pensava que conversando com você eu ia me encontrar, mas acabou que estou totalmente perdido. Encontrei o caminho pra ficar perto de você, mas qual o trajeto pra chegar at? o seu cora??o?
VOCÊ E UM SORRISO
11- Se eu tivesse que escolher entre você e um sorriso, eu ficaria com você. Porque se eu n?o tiver você, nunca mais vou conseguir sorrir.
12- Se um g?nioda lâmpada me oferecesse duas escolhas, eu nem me importaria com a segunda, contanto que a primeira fosse você.
13- Dá licença, não estou encontrando a tarja preta. Você tinha que ter uma, pois causa dependência qu?mica, f?sica e mental.
14- Inspirado em você, eu cavei, cavei, cavei, cavei e cavei. Pode não ser romântico, mas certamente ? profundo.
15- Você me parece ótima, na verdade quase perfeita. Só lhe falta uma coisinha: eu do seu lado.


Leia Mais Outras Matéria Sobre O Assunto em

Nosso SITE



PORQUE ALGUMAS PESSOAS BEBEM E ESQUECEM O QUE FIZERAM?

PORQUE ALGUMAS PESSOAS BEBEM E ESQUECEM O QUE FIZERAM?

LEIA MAIS SOBRE O ASSUNTO EM NOSSO SITE AQUI


Quem aqui nunca passou por uma situação em que bebeu muito, além da conta, e no outro dia não lembrava de nada ou da maioria das coisas? Você não está só. Uma nova pesquisa sugere que algumas pessoas são mais suscetíveis a esquecimentos do que outras. A diferença entre os que esquecem e os que não é visível no cérebro. Aqueles com tendência a esquecer as besteiras do dia anterior mostram respostas diferentes nas áreas relacionadas à memória e atenção, mesmo que a quantidade de álcool ingerida seja pequena. A boa e velha desculpa
“Estamos estudando basicamente a perda parcial de memória após beber muito. Você consegue lembrar ‘pedaços’ das coisas, se tiver dicas sobre elas”, afirma o pesquisador Reagan Wetherill. “Às vezes, o cérebro não está necessariamente online, pegando a informação e registrando o que está acontecendo”. E como todos nós sabemos, esses esquecimentos podem trazer consequências. Os especialistas ainda não estão estudando a total amnésia (esquecimento completo da noite anterior), mas sugerem que isso seria uma extensão do esquecimento parcial: quando mais álcool, maior o esquecimento. Bêbado no laboratório Os pesquisadores estudaram 24 amigos estudantes que costumam sair duas ou três vezes por semana, consumindo cerca de cinco bebidas por noite, uma quantidade considerada suficiente para ficar “alterado”. Eles dividiram os bebedores em dois grupos: os que têm um histórico de esquecer as coisas após a noite, e os que não têm. Imagens cerebrais foram coletadas enquanto eles faziam testes de memória, estando sóbrios ou após alguns drinks. Quando sóbrios, os dois grupos mostraram resultados similares. Mas mesmo após quantidades pequenas de álcool, até duas cervejas ou taças de vinho, os pesquisadores observaram grandes diferenças na atividade cerebral. Por exemplo, aqueles que costumam ser “esquecidos” mostram menos atividade nas partes responsáveis por transformar experiências em memórias, bem como nas partes responsáveis pela atenção e funções cognitivas. “O que pode acontecer é que alguns indivíduos têm um cérebro que consegue compensar até o ponto em que você põe uma carga cognitiva muito grande, como o álcool, e ele fica sobrecarregado”, afirma Wetherill. A máxima “Se eu não lembro, eu não fiz” não pode mais ser usada. De fato, é possível se esquecer do que fez, mas para se esquecer, você tem que ter feito algo, não? O seu cérebro apenas não registrou a sua ação (quem sabe até ele ficou com vergonha e preferiu “deixar pra lá”).

LEIA MAIS SOBRE O ASSUNTO EM NOSSO SITE AQUI


 SEXO NA TV É LIGADO A GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA

SEXO NA TV É LIGADO A GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA

Sexo na TV é ligado a gravidez na adolescência


Jovens que têm altos níveis de exposição a programas de televisão com conteúdo sexual tem o dobro da chance de se envolverem em uma gravidez na adolescência nos três anos seguintes do que aqueles que assistem poucos destes programas. O estudo, que foi realizado nos EUA e publicado na edição de novembro da revista científica Pediatrics, é o primeiro que liga a exposição a conteúdo sexual na TV e gravidez adolescente entre meninos e meninas. Anita Chandra, a autora principal do estudo, disse que a informação que os adolescentes assistem na TV não fala sobre as responsabilidades do sexo. O estudo foi feito para a RAND, uma instituição sem fins lucrativos. Ela também afirma que a televisão pode ter um papel significativo nas altas taxas de gravidez adolescente. Os pesquisadores disseram que a exposição aos programas televisivos pode acelerar a iniciação do ato sexual e influenciar a gravidez adolescente ao criar a percepção de que há muito pouco risco em fazer sexo sem contraceptivos. Segundo Anita o estudo traz implicações principalmente para as redes de televisão, para os pais e médicos. Os pais devem começar por limitar o acesso das crianças à programação com conteúdo sexual e devem passar mais tempo assistindo TV com eles, para que possam explicar as conseqüências do sexo. As redes de TV devem ser estimuladas a mostrar o sexo de uma maneira mais realista assim como os resultados do ato: gravidez e doenças sexualmente transmissíveis (DST). Os pediatras deveriam perguntar para os adolescentes sobre seus hábitos de TV e conversar com eles sobre contraceptivos e os possíveis resultados negativos do ato sexual. Além da gravidez na adolecencia dificultar muito o desenvolvimento normal dos jovens pais ao entrarem na vida adulta leva um bebê a um ambiente muito longe do ideal dada a imaturidade de seus progenitores.

Em uma nota pessoal, esse artigo me fez lembrar um ocorrido recente em que duas meninas de pouco mais de três anos de idade, ligados à família de amigos, foram encontradas nuas no banheiro, deitadas uma sobre a outra, se beijando na boca. Quando perguntaram o que elas estavam fazendo uma delas respondeu que “estavam fazendo igual viram na novela”. Outros estudos já ligaram o início prematuro da vida sexual à exposição a programas com conteúdo sexual.

TODO MUNDO MENTE?

TODO MUNDO MENTE?


Os fãs da série “House MD” sabem muito bem que uma das frases preferidas do protagonista para descreditar seus pacientes era a máxima “Todo mundo mente”. Essa era a primeira justificativa do médico carrancudo e genial quando suas tentativas de diagnóstico começavam a dar em becos sem saída. A solução era procurar por respostas diferentes daquelas dadas pelos doentes, em quem House não confiava.
•Está comprovado: Os homens mentem, sim, mais do que as mulheres Mas, será que todo mundo mente? Somos ensinados que este é o senso comum e que a maioria das pessoas dizem mentirinhas. Contudo, talvez isso não seja verdade. Um artigo recente publicado na revista “Human Communication Research” descobriu que muitas pessoas são honestas na maioria das vezes, que muitos são honestos sobre suas mentiras e que apenas alguns mentem muito. Rony Halevy, Bruno Verschuere (Universidade de Amsterdam, Holanda) e Shaul Shalvi (Universidade de Ben-Gurion, em Israel) entrevistaram 527 pessoas para descobrir quantas vezes eles tinham mentido ao longo das últimas 24 horas. Do total, 41% dos entrevistados indicaram que não haviam mentido nenhuma vez, enquanto apenas 5% acabaram por serem responsáveis por 40% de todas as mentiras contadas.
•Quanto mais você mente, mais fácil fica Para saber se os entrevistados eram honestos sobre a frequência de suas mentiras, eles foram convidados a participar de um teste de laboratório adicional. Eles jogaram dados e receberam uma quantia em dinheiro, dependendo do número que relatassem ter tirado. Como os pesquisadores não eram capazes de ver os números reais que saíram no teste de sorte, os participantes estavam livres para enganar e informar números mais altos. Os participantes que admitiram ter mentido com mais frequência também tiveram ganhos mais elevados neste teste dos dados, indicando que os participantes que disseram mentir muitas vezes o fazem realmente com muita frequência. Estatisticamente, as pontuações foram tão implausíveis que eles são susceptíveis de terem mentido sobre os números que tiraram, ao invés de desfrutar de uma série de rodadas à sorte.
•Como identificar um mentiroso Estudos anteriores descobriram que, em média, os participantes da pesquisa admitiram ter mentido duas vezes por dia. Segundo o estudo, este dado não permite a conclusão de que todas as pessoas mentem. Já que esta é uma média, passa uma imagem distorcida das diferenças individuais na comportamento mentiroso. “O fato de que os participantes que disseram que mentem muitas vezes realmente terem mentido mais vezes no teste de dados demonstra que eles eram honestos sobre sua desonestidade”, explicou Verschuere. “Pode ser que os mentirosos frequentes mostrem traços mais psicopatas e, portanto, não tenham dificuldade de admitir que mentem com frequência.” [Medical Xpress]
EUTANASIA: A SUA OPNIÃO

EUTANASIA: A SUA OPNIÃO


Máquina de auto-eutanásia que injeta uma substância mortal após o usuário responder “sim” para uma série de perguntas. Pessoas que estão em estados precários e incuráveis de saúde incluindo muito sofrimento, porém com saúde mental para tomarem uma decisão, deveriam poder escolher se vivem ou morrem, para abreviarem sua própria dor? Se você estivesse preso a uma cama, fisicamente impotente, com dor e comprovadamente sem esperanças de recuperação, gostaria de ter o poder de acabar com tudo? Se você estivesse preso a uma cama ou cadeira de rodas mentalmente incapacitado, preferiria continuar vivendo? E se o caso ocorrer com um parente muito próximo e querido, você pensa que deveria ter o poder tomar esta decisão por ele? Leia este artigo na Wikipedia sobre a eutanásia e volte aqui para responder as perguntas acima e fazer suas considerações sobre o assunto. Opine também sobre:
• Deus existe?
• A piada mais engraçada do mundo
• O que você quer ver aqui no nosso site?
Atualização
Muitos aqui disseram que apesar de serem a favor da eutanásia, nunca poderiam decidir pelos outros. Mas aqui segue um estudo de caso para cada um refletir: Conheço uma senhora de mais de 90 anos de idade, cujo cérebro foi destruído por Alzeimer. Ela já vegeta a muitos anos e a poucos anos atrás deixou de ter capacidade sequer para ingerir a comida, mesmo que alguém a colocasse em sua boca. Por essa causa foi instalada uma sonda que leva alimento “semi-digerido” diretamente ao seu aparelho digestivo. Tudo o que ela faz é ficar sentada em uma cadeira de rodas com o olhar perdido, ou dormindo. Não fala, não reconhece as pessoas. Poderia-se dizer que é uma casca vazia, uma morta-viva, pois não é possível reconhecer ali a pessoa que costumava habitar aquele corpo, hoje sem mente. Isso seria, pessoalmente falando, motivo o suficiente para não querer habitar mais este planeta. Mas ela não pode decidir morrer, sequer tem cognição para manifestar seu querer, sequer possui querer. Outro problema é que a carga de cuidar de uma pessoa assim sempre sobrecai sobre alguém. Uma das filhas da mulher tem sua vida muito limitada por essa causa: nenhuma outra pessoa se prontifica a cuidar da velhinha e alguns familiares ainda manifestam sentir repulsa por ela. Este caso é muito similar ao de Terri Schiavo, cujo juíz estado-unidense autorizou a remoção do tubo de alimentação resultando na sua morte em 31 de março de 2005, aos 41 anos, 15 vividos em asilos. Se você prefere não viver assim, talvez seja importante deixar isso por escrito, com firma reconhecida. http://pt.wikipedia.org/wiki/Eutan%C3%A1sia ---link
 1/3 DOS INTERNAUTAS SE ARREPENDEM DE POSTAR INFORMAÇÕES PESSOAIS NA INTERNET

1/3 DOS INTERNAUTAS SE ARREPENDEM DE POSTAR INFORMAÇÕES PESSOAIS NA INTERNET

Leia Mais:
- Sobre as 10 Regras de Como Usar as Redes Sociais.

Sites como Orkut e Facebook parecem muito divertidos, mas cuidado! Cerca de 32% das pessoas se lamentam do que já postaram em sites de redes sociais. Informações pessoas expostas tão abertamente são a principal causa do arrependimento. A pesquisa incluiu Facebook, Twitter, MySpace e outros sites de rede social popular entre usuários de internet. Os usuários de smartphone são os mais propensos a sofrer pela postagem indevida : 54% admitem ter escrito algo na internet que mais tarde se arrependeu – atualizações de notícias, fotos, vídeos e outras informações. A idade também desempenha um importante papel: 54% de pessoas abaixo dos 25 anos disseram já ter cometido esse erro. Apenas 27% das pessoas acima dessa idade são suscetíveis a divulgar informações que devem guardar para si próprios. Apesar de muitas pessoas com menos de 25 anos terem se arrependido, o impacto no mundo real permanece obscuro. Cerca de 40% dessas pessoas foi capaz de remover a causa de seu remorso sem grandes conseqüências. Para 31%, seus posts “não causam problemas.” Esse novo relatório do site Retrevo pode não parecer muito surpreendente para alguns, especialmente considerando a facilidade das pessoas de espionar os amigos, colegas de trabalho. Há uma tendência das escolas e universidades de todo o mundo de alertar seus alunos contra a postagem demasiada informação pessoal – lembrando-lhes que faculdades e empresas patrulham esses sites de relacionamentos. Em um caso recente, um trabalhador em um restaurante dos Estados Unidos foi demitido depois de reclamar no Facebook sobre a gorjeta de um casal após uma permanência de três horas.

Leia Mais:

- Sobre as 10 Regras de Como Usar as Redes Sociais.
- Como funciona a Internet A Internet é um sistema composto por dois componentes principais: hardware e protocolos. Sem eles, o mundo não estaria tão conectado.



COMO NÃO SOFRER COM A SINDROME DE VISÃO DO COMPUTADOR

COMO NÃO SOFRER COM A SINDROME DE VISÃO DO COMPUTADOR


Com o uso cada vez mais constante do computador, cada vez mais as pessoas desenvolvem problemas de visão por causa da tela do aparelho. Essa série de problemas foi batizada de “síndrome de visão de computador”.
 Os sintomas são dores de cabeça, queimação nos olhos, olhos secos e embaçados. Eles parecem familiares?
Conheça algumas coisas que você pode fazer antes de que sua visão esteja completamente arruinada.
Renove seu monitor
Pesquisas mostraram que os monitores mais velhos causam mais problemas de visão do que os mais recentes, então compre um modelo mais novo.
Iluminação
Assegure que as condições de iluminação de sua área de trabalho estejam perfeitas para sua visão. Se a luz for muito forte, seus olhos ficam cansados – e a mesma coisa acontece se houver pouca luz. Então tenha certeza que a iluminação está balanceada.
Exercite seus olhos
Quando tiver uma meia hora livre, aproveite para fazer alguns exercícios oculares (sim, os olhos também podem ser exercitados).
Confira essa lista:
1. Sente-se por um momento, esfregue as palmas de suas mãos uma na outra até aquecê-las. Depois feche os olhos e coloque as palmas sobre eles, enquanto ainda estão quentes. Após um período de dois minutos você sentirá que está ainda mais escuro de olhos fechados. É essa escuridão que é altamente terapêutica.
2. Olhe para cima e para baixo repetidas vezes. “Rolar” seus olhos dessa forma faz com que eles se movimentem de forma diferente do que acontece na frente do computador.
3. Outro exercício aconselhado é fechar os olhos com força por cinco segundos e depois abri-los e não piscar por outros cinco segundos. Você deve repetir isso aproximadamente oito vezes.
Remédios naturais e caseiros
Também há remédios naturais que podem aliviar os sintomas dessa síndrome. Eles contém ingredientes fáceis de serem achados que, possivelmente, você já tem em casa:
1. Sementes de girassol são altamente nutritivas e cheias de vitaminas que beneficiam a visão. Se você ingerir meia xícara dessas sementes (sem serem salgadas ou processadas) sentirá que alguns sintomas serão aliviados.
2. Corte duas finas rodelas de batata e as coloque sobre seus olhos durante 20 minutos (da mesma forma que pessoas colocam rodelas de pepinos).
3. Cozinhe alecrim em água quente por 10 minutos e depois molhe um pano de algodão (bem limpo) com o líquido. Coloque esse pano sobre os olhos fechados durante 15 minutos.
 Mas se você sente que seus olhos estão muito secos ou embaçados e se sua visão está muito ruim, é melhor consultar um oftalmologista. Ele provavelmente irá recomendar óculos especiais para que você use na frente do computador – eles são feitos para aliviar a tensão que a luz do monitor caus.
POR QUE EXISTEM HOMENS GAYS?

POR QUE EXISTEM HOMENS GAYS?



O termo “opção sexual” parece cada vez mais afastado da realidade – muitas pessoas defendem há anos a utilização de “orientação sexual”, ou termos semelhantes. Isso porque ser hetero ou homossexual parece não ser uma escolha ou opção. Novas pesquisas indicam que já nascemos gays, ou não, por causa da genética.
Se a homossexualidade é realmente genética e hereditária a pergunta mais correta seria: Porque homens gays não foram extintos? Já que há uma grande desvantagem reprodutiva em ser um homossexual masculino: eles não podem se reproduzir naturalmente. A resposta pode estar nas suas mães e tias.
Pesquisadores da Universidade de Pádua, na Itália, descobriram que existe um “gene gay masculino”. As mães portadoras desse gene têm mais chances de ter filhos homossexuais. Já as meninas que nascem com o “gene gay” têm maior probabilidade de ter uma elevada fecundidade, além de serem menos expostas a problemas de saúde ginecológicos e de serem mais extrovertidas, felizes e relaxadas, com menos problemas familiares ou anseios sociais – perfeito, não é, mulheres?
As mulheres com esse gene não são exatamente mais atraídas por homens – mas mais atraentes para o sexo oposto, e com maior probabilidade de ter muitos filhos. Por essa razão, mães e tias de homens homossexuais tendem a ter mais filhos do que mães de filhos heterossexuais.
Ainda não se sabe qual é, exatamente, o “gene gay masculino”. Pesquisas italianas indicam que ele parece estar localizado no cromossomo X. Os homens herdam apenas um desses cromossomos de sua mãe, e se ela tiver o gene que aumenta as chances de homossexualidade nos homens e da fertilidade em mulheres, é mais provável que o filho seja gay. Se uma mulher herdar o gene, não significa que ela será lésbica, mas que será susceptível a ter muitos filhos e que poderá transmitir o gene a eles.
Essa pesquisa não exclui o fato de que homens podem ser homossexuais por fatores e influências à que são expostos na infância e adolescência. Os pesquisadores ressaltam que alguns hormônios no útero também podem ter um papel fundamental na sexualidade masculina. Mas o “gene gay masculino” pode ser determinante na sexualidade tanto de homens quanto de mulheres.
As evidências de que a homossexualidade é genética podem acabar com alguns dogmas pregados por homofóbicos, como por exemplo, a ideia de que ser gay é uma escolha e de que é possível transformar gays em heterossexuais.
A INTERNET NÓS TORNA MAIS INTELIGENTES OU MAIS BURROS?

A INTERNET NÓS TORNA MAIS INTELIGENTES OU MAIS BURROS?


Será que o acesso constante à internet vai tornar os jovens de hoje mais brilhantes ou mais burros? Uma nova enquete de opinião descobriu que os especialistas em tecnologia acreditam que a resposta é “todas as alternativas anteriores”. De acordo com a nova pesquisa, que incluiu 1.021 especialistas e críticos de tecnologia, a hiperconectividade é uma boa mistura. 50% dos entrevistados concordaram que a internet é um local que estimula vários talentos e a habilidade de encontrar informação de relevância online. Mas 42% acredita que a hiperconectividade deixa o cérebro raso, com uma dependência da internet e dos serviços móveis. “Períodos de atenção curta, resultado de interações rápidas, vão vir em detrimento do foco nos problemas maiores, e provavelmente vamos ver uma estagnação em muitas áreas: tecnologia, e até elementos sociais, como a literatura”, afirma Alvaro Retana, da HP. “As pessoas que vão liderar o avanço serão as que conseguirem se desconectar e focar”. Previões péssimas De acordo com Universisdade Elon e o Projeto Pew, que conduziram o estudo, a divisão entre os especialistas tecnológicos é perto de 50/50%. Muitos dos que responderam que a geração Y da internet tem vantagem mental temperaram essa opinião com avisos sobre o lado negro desse excesso de conectividade. “Enquanto eles disseram que o acesso às pessoas e à informação aumentou intensamente com a era da internet móvel, eles adicionaram que já estão percebendo deficiências na habilidade de foco de atenção dos jovens, de ser paciente e de pensar profundamente”, afirma Janna Anderson, da Elon. “Alguns expressaram preocupações de que as modas estão levando a um futuro onde as pessoas serão consumidores rasos de informação, e muitos mencionaram o livro de George Orwell, ‘1984’”. O livro citado descreve uma sociedade onde a informação é completamente controlada. Um dos que citaram o livro foi Paul Gardner-Stephen, da Universidade de Flinders. “Poderes centralizados que podem controlar o acesso à internet conseguirão controlar muito as gerações futuras”, afirma Gardner-Stephen. “Será muito parecido com o ‘1984’, onde o controle foi atingido usando a linguagem para limitar e delimitar o pensamento, então os regimes futuros podem usar o acesso à internet para controlar o pensamento”. Otimismo online Muitos especialistas comentaram os talentos necessários para navegar na internet, e sugeriram que as pessoas que cresceram conectados vão se destacar. “Não há dúvida de que o cérebro está sendo religado”, afirma Danah Boyd, pesquisadora da Microsoft. “As técnicas e mecanismos para entrar no sistema de atenção rápida serão muito úteis para as pessoas criativas”. Outros especialistas afirmam que o uso da internet é como um “cérebro externo”, onde os fatos são armazenados, liberando espaço mental que vai além da memorização. “A tomada de lugar da memorização pela análise será o grande boom da sociedade”, afirma Paul Jones, um especialista em novas mídias da Universidade da Carolina do Norte. Mesmo que existam algumas diferenças de opinião entre os benefícios e os custos do aumento da importância da internet, os especialistas concordam que certas habilidades e talentos serão importantes para as gerações futuras. Entre elas estão: a habilidade de cooperação para resolver problemas; a de pesquisas efetivas por informação; a de sintetizar informações de várias fontes; a de se concentrar; e a de filtrar a informação útil do “ruído” da internet. “Existe uma preocupação palpável entre esses especialistas de que as novas divisões sociais e econômicas vão emergir entre aqueles que são motivados e ao mesmo tempo entendem das novas mídias”, afirma o coautor do estudo, Lee Rainie, deretor do Projeto Pew. “Eles pedem por uma reinvenção da educação púclica para ensinar essas habilidades e evitar os problemas de um estilo de vida hiperconectado”.
19 COISAS QUE ACABAM COM SUA FORÇA DE VONTADE (e como acabar com elas)

19 COISAS QUE ACABAM COM SUA FORÇA DE VONTADE (e como acabar com elas)


O fim do ano se aproxima e, provavelmente, muitos de seus amigos (ou muitos de vocês) vão se inscrever numa academia, iniciar um “Projeto Verão” e se exercitar com disciplina durante alguns meses… só para depois abandonar tudo que começaram. Existem pelo menos 19 razões por trás desse tipo de comportamento. Há como lidar com elas, no entanto. Confira as dicas de David DiSalvo, colaborador da Forbes:
1. Muita vontade, pouco equilíbrio A onda de inscrições em academias no começo do ano é um fenômeno praticamente mundial, e em geral é fruto de uma vontade exagerada de entrar em forma para poder ir à praia sem se sentir constrangido por causa de gordura localizada ou de algumas estrias. Embora o simples fato de iniciar uma rotina de exercícios seja bom, não é suficiente: é importante ter equilíbrio na hora de aplicar sua força de vontade, ou então ela vai acabar em questão de semanas – e isso vale para outros casos de “explosões de vontade”.
2. Excesso de autoconfiança “Me livrei do vício do cigarro, não se preocupe”, disse aquele seu amigo que voltou a fumar alguns meses depois de ter parado. Muitas vezes, ficamos tão satisfeitos por termos superado um hábito (fumar, comer demais etc.) que acabamos superestimando nossa capacidade de evitar uma recaída. Se quiser testá-la, faça com cautela.
3. Há limite para o autocontrole Até mesmo aqueles monges tibetanos que passam horas (ou dias) meditando precisam recarregar sua força de vontade depois de algum tempo. Se isso vale para pessoas disciplinadas como eles, vale ainda mais para pessoas, digamos, comuns. Não é por acaso que muitos casos de traição acontecem à noite: nesse período, boa parte da nossa capacidade de resistir a tentações foi gasta ao longo do dia (o que não justifica, mas explica o fenômeno).
4. Pouca energia para o cérebro O cérebro consome cerca de 25% da glicose que circula no organismo de uma pessoa e, em situações de estresse, essa demanda aumenta. Se o corpo não fornecer combustível suficiente, as funções cerebrais (inclusive o autocontrole) ficam comprometidas.
5. Mudar exige constância Nossos padrões de comportamento não são como uma montanha, inertes: eles ganham força, e superá-los fica mais difícil com o tempo. São como uma escada rolante que vai ficando mais rápida conforme você sobe, exigindo mais e mais energia. Ter consciência disso é um recurso fundamental na hora de lidar com eles.
6. Pensamentos automáticos negativos Como forma de lidar com o excesso de complexidade de nossas vidas, é comum recorrer a pensamentos automáticos, que não são fruto de uma reflexão feita no momento, mas que surgiram anteriormente e acabaram “ficando”. Se houver pensamentos negativos (“isso é ruim”, “não consigo fazer isso”, “não levo jeito para isso”) entre eles, será mais difícil agir, porque eles enfraquecem sua determinação. Identifique-os e, na medida do possível, lute contra eles.
7. Excesso de independência Nem mesmo protagonistas de filmes de ação conhecidos por “fazer tudo sozinhos” (o que no fim das contas não corresponde à realidade do filme, já que eles quase sempre contam com o apoio indireto de outros personagens) conseguem agir com total independência por muito tempo – a falta de suporte e a sensação de pequenez diante dos problemas pouco a pouco corroem a força de vontade.
8. Reflexão ajuda, mas não basta Muitas vezes caímos na ilusão de que, se passarmos tempo suficiente refletindo, vamos conseguir resolver um determinado problema. Infelizmente, nem sempre a solução surge com esse tipo de abordagem, já que há informações que só conseguimos na hora de agir. Além disso, esperar muito tempo por uma “inspiração” pode, no fundo, ser apenas uma forma de procrastinar (ou seja, adiar a ação).
9. “Na prática, a teoria é outra” Levando em conta o item número 8, podemos concluir que um plano que pareça bom “no papel” não necessariamente vai ser bom o suficiente na hora da execução – normalmente por conta de imprevistos. Tenha fé em seus planos, mas não exagere, pois o risco de se frustrar é grande. Melhor do que apostar todas as suas fichas em uma única abordagem seria ter um plano B, um C, um D… Ou exercitar sua capacidade de se adaptar a novas condições.
10. Falta de sono Mesmo sabendo o quanto uma boa noite de sono é necessária para manter o bom funcionamento do cérebro, muitos de nós insistem em agir como se uma ou duas horas a menos não fizessem falta. Ledo engano: se quebrarmos o ciclo do sono, temos o risco de acordar tão cansados (ou até mais) quanto estávamos antes de dormir. Não é preciso ressaltar que isso tem um grande impacto na força de vontade.
11. Subestimar os efeitos químicos dos alimentos (e das bebidas) Refeições podem ser grandes aliadas na hora de enfrentar problemas, dando energia necessária para agirmos (ou, como você viu no item 4, pensarmos); por outro lado, também podem ser uma das causas do nosso fracasso em determinada tarefa: uma comida muito “pesada” pode aumentar a tentação de tirar um cochilo à tarde, e uma cerveja a mais pode diminuir nossa disposição. Reconhecer esses possíveis efeitos deve ajudar você a não superestimar sua capacidade de lidar com eles (item 2).
12. Falta de fé (em si mesmo) Não acreditar que seremos capazes de algo (como tirar a habilitação de motorista ou passar no vestibular) é um passo rumo ao fracasso, pois essa falta de fé pode dar início a um processo interno de autossabotagem: o medo de falhar aumenta por conta da certeza de que vamos falhar; a ideia do fracasso se torna mais próxima e gera ansiedade; ansiedade prejudica o desempenho… Naturalmente, a crença de que você vai conseguir não garante o sucesso, mas é um ingrediente fundamental para ele (a menos que você prefira contar com a sorte).
13. Nos acostumamos a desistir “Ah, hoje eu não vou na academia. Vou amanhã”. O amanhã chega, e, estranhamente, deixar de ir à academia ficou mais fácil. Se você ceder à tentação mais uma vez, será ainda mais fácil desistir no dia seguinte. De alguma forma, nós acabamos nos habituando a desistir de certos sacrifícios, e essa desistência se torna cada vez mais natural – o que pode culminar em um abandono definitivo de um projeto.
14. Falta de feedback Fruto do excesso de independência (item 7), a falta de feedback a respeito das nossas ações tende a provocar desânimo, além de uma sensação de que “ninguém se importa”. Outro problema é a ausência de um olhar externo, que poderia nos ajudar a perceber certas falhas que cometemos.
15. Pensamos no pior que pode acontecer A ideia de se preparar para o pior é sensata, mas pode acabar caindo no exagero e fazendo com que desanimemos. Essa é uma espécie de autossabotagem (item 12), que pode gerar uma ansiedade desnecessária e uma desistência por conta de algo que provavelmente nem aconteceria.
16. Foco excessivo na jornada A expectativa de atingir um objetivo pode acabar sendo maior do que a satisfação de atingi-lo. Contudo, levar essa ideia muito a sério pode fazer com que uma pessoa perca seu objetivo de vista e, pouco tempo depois, desanime. É importante equilibrar o apreço pela meta e com o apreço pela jornada.
17. A armadilha do hábito Tudo começa com uma ideia, uma ação e uma recompensa. O ciclo se repete e, em pouco tempo, você tem um hábito (ou um vício), que exige uma boa força de vontade para ser quebrado. Tenha consciência disso e não se deixe enganar: o “só vou experimentar uma vez” pode não ser uma ideia tão inocente quanto parece à primeira vista.
18. Vontade sem técnica Ferramentas e métodos errados não apenas aumentam as chances de falhar: eles tornam processos mais difíceis do que deveriam ser e fazem com que demandem mais esforço. Causam, no fim das contas, um gasto desnecessário do seu “combustível”.
19. Licença moral Existe uma tendência a acreditar que fazer algo louvável pode compensar uma prática ruim (ideia batizada de “licença moral” pelos psicólogos), o que nem sempre é verdade. Com esse (falso) recurso em mãos, podemos acabar escolhendo caminhos mais fáceis, que não exijam tanta força de vontade – e essa falta de prática tende a enfraquecê-la.
 A VERDADEIRA LISTA DE SHINDLER

A VERDADEIRA LISTA DE SHINDLER

A LISTA DE SCHINDLER ? A VERDADEIRA HISTÓRIA


É com pesar que se informa o falecimento do autor de ?A Lista de Schindler ? A Verdadeira História?, Mieczyslaw (Mietek) Pemper. Ele morreu, na última terça-feira, 07/06, aos 91 anos, mas a prefeitura da cidade alemã de Augsburgo, onde vivia, anunciou apenas hoje, quinta-feira, 09/06. Após anos no anonimato, a história da lista que poupou a vida de 1.200 judeus ganhou as telas do cinema com Steven Spielberg e, no Brasil, a Geração Editorial em 2010 trouxe com exclusividade, a versão contada pelo homem que redigiu a verdadeira lista das empresas de Oskar Schindler. + Saiba mais sobre o livro ?A Verdadeira História da Lista de Schindler?: ?Sobrevivente do Holocausto e testemunha de como a lista foi elaborada revela como viveu no inferno, serviu ao diabo e sobreviveu.? Em seu célebre discurso aos trabalhadores judeus de suas empresas, após a libertação, em maio de 1945, Oskar Schindler ? autor da famosa lista que leva seu nome e deu origem ao filme de Steven Spielberg ? declarou: ?Não me agradeçam por terem sobrevivido. Agradeçam a seus compatriotas que se esforçaram dia e noite para livrá-los do extermínio. Agradeçam a seus intrépidos e destemidos companheiros Stern e Pemper, que, durante as tarefas que desempenharam a favor de vocês, contemplaram a morte diante de seus olhos a cada momento?.

Pemper é Mietek Pemper, o herói judeu que trabalhava, forçado, para o carrasco e assassino nazista Amon Göth. Arriscando a própria vida, ele seria o único, segundo o próprio Schindler, capaz de contar a emocionante história da lista ?de forma autêntica?. Pois ele, finalmente, contou, em ?A Lista de Schindler ? A Verdadeira História?. O livro traz as memórias de um sobrevivente que passou por todas as atrocidades possíveis do Holocausto, entre os anos de 1939 a 1945, e ainda conviveu por mais de 500 dias no ?Epicentro do Mal?, servindo diariamente um dos mais sanguinários nazistas, o commandeur Amon Göth, chefe do Campo de Concentração de Krakau-Plaszów, onde mais de oito mil judeus foram assassinados. No final da guerra, o judeu polonês Mietek Kemper, este sobrevivente, testemunhou contra os comandantes nazistas no Tribunal Internacional Militar de Nuremberg. Anos depois, em 1990, já bem velhinho, ele colaborou na produção do filme A Lista de Schindler, de Steven Spielberg. Faltava escrever seu próprio livro, que ele lançou em 2010, prestes a completar 90 anos de idade. É com emoção extraordinária que Pemper relembra sua vida no campo de concentração, onde serviu o tal carrasco, e sua amizade com o empresário alemão Oskar Schindler, o homem que conseguiu resgatar, numa operação sem precedentes, mais de mil judeus condenados a morrer nos campos de concentração nazistas. A obra tem uma narrativa fantástica, com depoimentos retirados da sua excelente memória e de anos de pesquisa nas mais diversas fontes. O autor conseguiu mais uma façanha para sua vida: imortalizar um fato histórico pela visão de quem viveu o terror do nazismo e que precisa ser lembrado constantemente para que o mundo não volte a cometer as mesmas barbáries do passado. (?A LISTA DE SCHINDLER ? A VERDADEIRA HISTÓRIA?, de Mietek Pemper, 280 págs, Geração Editorial ? 2010)

parte2


Em uma certa aula de Artes,uma ex-professora minha começou a mostrar o filme A Lista de Schindler, de Steven Spielberg, e desde então esse livro foi para o top da minha lista de procurados, e para variar, coisa que nunca acontece, não conseguia achá-lo nas bibliotecas, afinal não dá comprar livros assim para bibliotecas enquanto tem gente ainda presa a livros como Crepúsculo que inspira pensadores. Depois de algum tempo achei o livro, mas esse era o de Thomas Kenelly, que escreveu o livro em forma de romance, o qual foi inspiração para o cineasta fazer o filme; ainda não tinha sido dessa vez que adquiri o livro. Alguns meses ou semanas depois o meu aniversário chegou e como todo mundo sabe aqui, eu tenho um certo problema com livros, eles me escolhem sempre que passo perto, então me falaram para escolher um para ganhar de presente, e esse foi o escolhido, passeando pela livraria do shopping achei esse que não era o mesmo que tinha visto o do Kennely, mas sim do judeu Mietek Pemper, homem que trabalhou no escritório com Göth, um nazista extremamente violento. Já não tinha como mudar de ideia, o livro me escolheu. Antes de efetivamente escrever essa resenha, quero que saibam que esse livro não é um romance como o de Kennelly, mas sim o relato de um judeu que sobreviveu ao Holocausto e ajudou a salvar milhares de vidas ao lado de Oskar Schindler, este livro tem um toque sutil e ao mesmo tempo pesado: a realidade dos fatos narrados, nada foi inventado ou exagerado. Mietek Pemper era um jovem judeu comum, como tantos outros na Cracóvia, conseguiu uma licença e estava em duas faculdades ao mesmo tempo e já antes da guerra ele narra os traços do nazismo e preconceito que não nasceram pelas mãos de Hitler, já estavam (e ainda estão presentes) nas mentes das pessoas. Pemper relata que na faculdade, lugar onde pessoas deveriam ser mais compreensivas e livres de tais preconceitos, os judeu eram impostos a certas regras como a de que deveriam sentar-se em determinadas carteiras, claro, eles se negaram, mas esse era apenas os primeiros traços de uma época que marcou toda a história.

 Depois de serem forçados a morarem em guetos, com horário de retorno e trabalho forçado, os judeus ainda assim não faziam ideia do que estava por vir. Auschwitz para os detentos era o nome de mais um lugar, que para eles era como tantos outros, para lá iam vagões repletos de crianças e velhos, diziam para os familiares que esses estariam a caminho da construção de trilhos para trens, mas aos poucos eles ficaram sabendo que não existiam obras e mesmo assim os vagões ainda voltavam vazios e cheirando a carne queimada. É neste contexto que Pemper viveu seus anos de juventude e nos quais conheceu Oskar Schindler, um homem que não era santo, mas nesse época como o próprio autor disse as pessoas afloraram suas caracteristicas, umas viravam anjos outras demônios, Schindler era o anjo ao contrário de Göth. Göth era nazista convicto e extremamente violento, Pemper contou que as vezes enquanto ele o ditava cartas e documentos, afinal essa era a função a qual o judeu foi destinado, trabalhar para esse monstro, o seu ?chefe? levantada e ia até a janela atirar, o pobre detendo só ouvi os gritos e ao voltar, o homem fazia a simples pergunta: ?Onde paramos?? como se nada tivesse acontecido. Ao ler o livro fiquei me pergunto a respeito da família destes nazistas e logo achei um trecho que me deu uma leve noção de como era essa relação, em umas das cartas a mulher do membro da SS (Göth) o contou que seu filho estava batendo em sua irmã mais nova, então ele responde a esposa:
  ?tal pai, tal filho, o menino está seguindo os passos do pai?. Depois de ler o livro fiquei pensado e cheguei a esta conclusão simples e pessoal: se não fosse por Mietek Pemper Schindler não teria conseguido reunir todos aqueles detentos juntos, famílias unidas, até o final da guerra, todos teriam sido mortos, foi com a ajuda de Pemper que olhava em documentos oficiais, algo que era impossível para os nazistas, já que ele não deveria ter se quer chance se aproximar deles? Mas não foi o que aconteceu. Foi com a ajuda de Pemper, que descobriu que somente os campos de concentração que eram ?decisivos para a vitória?, ou seja, de armamentos, eram os campos que não seriam exterminados. Schindler conseguiu através de sua fábrica e a amizade que matinha com os nazistas, fazer listas nas quais ele escolhia os judeus, famílias inteiras foram salvas. Um outro fato no livro que me surpreender foi quando o autor contou sobre um certo subordinado de Göth que se negou a matar mãe e filho, que foram encontrados com documentos falsos em outro país vizinho, a ordem era para fuzila-los, e o jovem que segundo Pemper tinha a aparência de um perfeito nazista: alto, forte, loiro de olhos claros, disse não, não conseguiria fazê-lo.

 A ordem foi cumprida por outro subordinado, que no outro dia se sentiu na obrigação de falar com Pemper, que não tivera culpa, que aquilo fora uma ordem? Para o outro soldado também era uma ordem. Pemper conta que haviam soldados que estavam a serviço dos nazistas, mas eles próprios não eram assim, alguns nunca tinham vistos judeu antes e se tiveram, não se lembrava, já que não há nada que diferencie-os de todos. O livro contem trechos de falas de alguns detentos em julgamentos e outros fatos a mais, que eu não gostaria de estragar contando aqui? Vou terminar esta resenha por aqui mesmo, na verdade nem posso chamá-la de resenha, mas sim de apenas um comentário, este livro não tem como resumir ou fazer um resenha completa, é preciso ler. Mietek Pemper morreu esse ano aos 91 anos este ano no dia 7/06. >>> Aproveite e baixe o filme dirigido por Steven Spielberg, ?A Lista de Schindler?. Essa história real ronda em torno do alemão Oskar Schindler, que viu na mão-de-obra judia uma solução barata e viável para lucrar com negócios durante a segunda guerra. Com sua forte influência dentro do partido nazista, foi fácil conseguir as autorizações e abrir uma fábrica. O que poderia parecer uma atitude de um homem não muito bondoso transformou-se em um dos maiores casos de amor da História, quando este alemão abdicou de toda sua fortuna para salvar a vida de mais de mil judeus, em plena luta contra o extermínio nazista. Dados do arquivo: áudio: inglês; legendas: português; duração: 197 min.; qualidade: DVDRip (Rmvb); tamanho: 327 MB/343 MB e servidor: Megaupload (4 partes).


Oskar Schindler



Nasceu em 28 de Abril de 1908 em Zwittau na Morávia. Filho de um industrial bastante rico, Schindler cresceu numa família muito religiosa. A sua família de classe média católica pertencia à comunidade que falava alemão nos Sudetos. O jovem Schindler, que estudava engenharia, esperava seguir os passos do seu pai e tomar conta da fábrica de máquinas agrícolas. Casou aos dezenove anos com Emilie Schindler depois de seis anos de namoro. Pouco depois, Schindler tornou-se alcoólico e começou a trair a sua mulher, tendo resultado no nascimento de duas crianças de outra mulher. Alguns dos colegas e vizinhos amigos de Schindler eram judeus, mas não estabeleceu nenhuma amizade íntima e duradoura com nenhum deles. Tal como muitos dos jovens que falavam alemão dos Sudetos, ele inscreveu-se no partido alemão Konrad Henlein?s Sudeten, tendo-se inscrito no partido nazista depois da anexação alemã dos Sudetos em 1938. Schindler tornou-se desempregado quando os seus pais perderam o respectivo negócio durante a grande depressão, tendo ido para Cracóvia, na Polônia, onde encontrou emprego como vendedor de máquinas.
Pouco depois do rebentar da guerra em Setembro de 1939, Schindler com 31 anos de idade foi para a ocupada Cracóvia. A cidade, casa para cerca de 60.000 judeus e sob a administração alemã, a Generalgouvernement, provou ser muito atrativa para os empresários alemães, que desejavam capitalizar as adversidades existentes no país ocupado. Naturalmente astuto e sem escrúpulos, Schindler apareceu, inicialmente, para alcançar algum sucesso por aqueles lados. Em Outubro de 1939, apropriou-se de uma fábrica até então proprietária de um judeu. Como resultado de algumas manobras ? através o conselho comercial de um contabilista judeu polonês, Itzhak Stern, Schindler começou a construir a sua própria fortuna. Em Zablocie, arredores de Cracóvia, uma pequena fábrica de equipamento de cozinha para o exército alemão começou a crescer. Em apenas três meses, a fábrica já empregava cerca de 250 polonês, incluindo sete judeus. No final de 1942, a fábrica expandiu-se para a produção de munições, ocupando cerca de 45.000 m² e empregando quase 800 homens e mulheres. Destes, 370 eram judeus do gueto de Cracóvia, estabelecido pelos alemães depois de terem entrado na cidade. Desde cedo que Schindler adotou um estilo de vida extravagante, divertindo-se à noite na companhia de altos oficiais das SS,
assim como na companhia de uma mulher polonesa bastante bonita. Até certa altura, o que o colocou longe dos benefícios da guerra foi o tratamento humano para com os seus trabalhadores, nomeadamente para com os judeus. Schindler nunca desenvolveu qualquer resistência ideológica contra o regime nazista. No entanto, a sua crescente repulsa e horror relativamente à insensível brutalidade da perseguição nazista da população judaica provocou uma curiosa transformação no oportunismo imoral. Gradualmente, o seu objetivo egoísta de ganhar dinheiro passou para segundo plano, dando mais importância ao fato de pretender salvar o máximo de judeus das execuções nazista. Uma das principais ferramentas de Schindler para a tarefa de salvar vidas prendia-se com o fato da sua fábrica ser considerada como essencial para o esforço de guerra na Polônia ocupada. Tal não servia apenas para obter contratos lucrativos com os militares mas também para retirar alguns judeus da jurisdição das SS. Quando os seus empregados eram ameaçadas com a deportação para Auschwitz por parte das SS, Schindler podia pedir para que fossem dispensados, argumentando que a sua deportação iria dificultar seriamente os esforços para manter a produção essencial para o esforço de guerra. Schindler não hesitou em falsificar os documentos, empregar crianças, domésticas e advogados como sendo experientes mecânicos. Para além disso, também foram protegidos trabalhadores sem qualificação ou temporariamente incapacitados.
A Gestapo prendeu Schindler algumas vezes, tendo chegado a interrogá-lo sobre possíveis irregularidades e favorecimento de judeus. Em março de 1943, o gueto de Cracóvia foi liquidado, sendo os judeus que ainda restavam transportados para o campo de trabalhos forçados de Plaszóvia, nos arredores de Cracóvia. Schindler pediu ao SS-Haupsturmführer Amon Goeth, o brutal comandante do referido campo, que o deixasse estabelecer um campo secundário especial para os trabalhadores judeus da sua fábrica de Zablocie. Nesse local, era mais fácil de manter os judeus em condições relativamente toleráveis, fornecendo-lhes alimentos comprados com o próprio dinheiro no mercado negro. No fim de 1944, Plaszóvia e todos os campos secundários tiveram de ser evacuados devido ao avanço dos russos. A maioria dos prisioneiros (mais de 20.000 homens, mulheres e crianças) foram enviados para os campos de extermínio. Ao receber ordem de evacuação, Schindler, que tinha conseguido aproximar-se do supremo comando do exército (OKW), tratou de obter autorização oficial para continuar a produção numa fábrica que ele e a sua mulher tinham estabelecido em Brünnlitz, nos Sudetos. Sendo assim, era suposto que todos os trabalhadores de Zablocie, aos quais já se tinham juntado grande parte dos trabalhadores do campo de Plaszóvia, fossem transferidos para a referida fábrica. No entanto, em vez de serem transferidos para Brünnlitz, 800 homens (entre os quais 700 judeus) e 300 mulheres da lista de Schindler foram desviados para Gross-Rosen e para Auschwitz, respectivamente. Quando soube do sucedido, Schindler tratou de assegurar a libertação dos homens do campo de Gross-Rosen. Depois, enviou o seu secretário pessoal alemão a Auschwitz por forma a negociar a libertação das mulheres. Foi necessário pagar à Gestapo 7 marcos alemães por cabeça diariamente. Este foi o único caso na história do campo de extermínio da libertação de um grande número de prisioneiros na altura em que as câmaras de gás ainda se encontravam em funcionamento. Uma das ações humanitárias mais notáveis levadas a cabo pelos dois Schindler envolveu 120 prisioneiros judeus de Goleszow, um dos campos secundários de Auschwitz. Os homens trabalhavam na fábrica de uma pedreira que pertencia à companhia sob a tutela das SS. Com a aproximação dos russos em Janeiro de 1945, foram evacuados para Goleszow e transportados em vagões para gado sem comida nem água. Após sete dias de caminho em pleno Inverno, os guardas das SS estacionaram os vagões às portas de Brünnlitz. Emilie Schindler foi a tempo de impedir que o comandante das SS do campo ordenasse que o comboio voltasse para trás. Schindler, que tinha regressado ao campo depois da procura de comida no exterior do campo, teve alguma dificuldades em convencer o comandante de que precisava urgentemente das pessoas que se encontravam encerradas no comboio para a fábrica. Quando os vagões foram finalmente abertos, foram descobertos quase trinta corpos congelados. Schindler percebeu que o comandante planeava, à melhor tradição nazista, incinerar os desafortunados num dos fornos da fábrica. Schindler conseguiu que fossem cremados de acordo com o rituais religiosos judaicos numa parcela de terreno perto de um cemitério católico,
que tinha sido comprado especialmente para esse fim. Os restantes 107 sobreviventes, terrivelmente enregelados e assustados, tiveram tratamento médico. Nos últimos dias de guerra, mesmo antes da entrada do exército russo na Morávia, Schindler conseguiu ir para a Alemanha, em território controlado pelos Aliados. O magnata industrial do tempo de guerra encontrava-se então sem um único centavo. No entanto, organizações de judeus e grupos de sobreviventes apoiaram-no nos anos seguintes, ajudando a financiar (a longo prazo, mal sucedido) a sua emigração para a América do Sul. Quando Schindler visitou Israel em 1961, a primeira das suas setenta visitas, foi recebido e extremamente bem tratado por 220 sobreviventes. Ele continuou a viver parcialmente em Israel e na Alemanha. Depois da sua morte em Hildesheim, Alemanha, em Outubro de 1974, os sobreviventes desolados apoiaram a transferência dos restos mortais de Schindler para o Cemitério Protestante de Jerusalém, Israel. Emilie Schindler morreu a 5 de Outubro de 2001 e encontra-se enterrada na Alemanha. A 18 de Julho de 1967, Yad Vashem decidiu reconhecer Oskar Schindler como um Honorável entre as Nações. No dia 24 de Junho de 1993, Yad Vashem decidiu reconfirmar a sua decisão original e estendendo o reconhecimento também para a mulher de Schindler, Emilie Schindler.
fonte:varios sites.
FONTE: Feranet21 - O Animal Racional da Educação Virtual. Paulo Roberto site:Dicas on Line. Fonte: http://pt.shvoong.com/society-and-news/culture/2191887-15-curiosidades-israel


 COMO VENCER A TIMIDEZ E FAZER AMIGOS

COMO VENCER A TIMIDEZ E FAZER AMIGOS




A timidez pode parecer inofensiva, se não interfere na nossa vida social e / ou profissional, mas torna-se realmente frustrante quando a timidez invade o nosso dia-a-dia e nós deixamos escapar muitas oportunidades. Na verdade, é um bom atributo de personalidade alguém ser tímido até certo ponto, pois você pode ser menos provável que vá fazer alardes, fofocas ou ser muito exigente e temperamental. Além disso, as pessoas tímidas geralmente são bons amigos e leais. Na realidade, não há alguém nunca se sentiu tímido, mas se a timidez é grave o suficiente para te impedir de conhecer novas pessoas, fazer amizades e prevenir alguém de fazer o que quer fazer, então é um problema a ser tratado. Neste artigo, vamos discutir em detalhes algumas causas da timidez e fornecer-lhe algumas dicas para superar este problema.
1.Encontre as raízes do problema. Alguns especialistas acreditam que a timidez pode ser herdada geneticamente dos pais, enquanto outros estudos mostram que a timidez poderia ser desenvolvida desde cedo na infância (2 a 3 anos de idade). No entanto, qualquer que seja a causa, a timidez é um comportamento aprendido que pode ser modificado com a prática e algum esforço da parte da própria pessoa. Quando uma criança cresce, o ambiente, os familiares e amigos desempenham um papel importante no desenvolvimento de sua personalidade. Existe uma diferença entre ser tímido e ser introvertido. Um indivíduo introvertido é uma pessoa que se envolve mais e está mais interessada / feliz consigo mesmo, ao invés de todo mundo e, portanto, podem não ser muito ansiosos para ter relacionamentos e ser social, enquanto a timidez é uma coisa totalmente diferente. Saiba mais sobre a sua condição - seus amigos e familiares podem ajudar a te dizer mais sobre seus traços de personalidade que você pode ignorar ou simplesmente não conhecer. Encontre os motivos subjacentes à sua timidez e lide com elas. Descobria se é o ambiente em que você está, alguns amigos ou outros fatores que reforçam o seu comportamento tímido.
2.Descubra se você tem baixa auto-estima e falta de autoconfiança. Estes dois componentes, muitas vezes contribuem para a timidez perto de outras pessoas. Encontre maneiras de aumentar sua auto-estima e tenha uma maior auto-confiança. Sempre pareça o seu melhor, o que por si só vai aumentar a sua auto-estima. As pessoas tímidas geralmente têm dificuldade para começar e manter uma conversa sobre qualquer assunto. Tenha o hábito de se atualizar sobre assuntos atuais; você terá muita informação e conhecimento para falar na sua próxima conversa. Sempre sorria quando estiver perto das pessoas, isto vai repreender a sua ansiedade e torná-lo mais aberto às pessoas. Use afirmações positivas para aumentar a sua auto-confiança e auto-estima. 3.Pratique conhecer novas pessoas e puxar conversa com eles. Tente conhecer e estar rodeado de muitas pessoas, seja social, entre em clubes, vá a eventos públicos onde você pode conhecer / ver gente nova, espere pelo ônibus no ponto de ônibus e conheça outras pessoas que também estão esperando o ônibus e outras reuniões sociais. Comece com um sorriso agradável e tente começar as conversas com eles. Se você achar que é muito difícil iniciar conversas com estranhos, então pratique em casa com os amigos e familiares, e peça-lhes para desempenhar o papel de estranhos e tente iniciar conversas com eles, ou pratique em frente a um espelho e imagine você está falando com um desconhecido. Se você teme a rejeição, tente imaginar a situação em sua mente e pense nas circunstâncias que envolvem a possível rejeição e pense nas suas respostas sobre como lidar com a situação. Na próxima vez, quando você realmente estiver numa situação dessas, você será capaz de se lembrar do seu exercício e você poderá lidar com isso perfeitamente. Tente algumas técnicas / exercícios de relaxamento para relaxar quando tentar começar uma conversa / interação com estranhos. Quanto mais você tentar falar com novas pessoas, mais confiante você se vai se tornar. Você pode começar apenas com um bom sorriso e um Olá, dizendo aos outros como o tempo está agradável, como você normalmente espera o ônibus neste ponto de ônibus, etc. Registre seus sucessos e veja como você desenvolveu rapidamente novas habilidades sociais. 4.Seja o seu próprio melhor amigo primeiro. Pessoas tímidas muitas vezes têm pensamentos auto-críticos e negativos sobre si mesmos e comparam-se com outras pessoas que eles acham que são mais espertos e mais extrovertidos. Eles geralmente pensam sobre os pontos fortes dos outros e as suas fraquezas e, fazendo isso, acabam não sendo notados em muitas reuniões e locais sociais. Entenda que ninguém é perfeito, todo mundo tem suas próprias forças e fraquezas. Não se julgue negativamente por causa de suas desvantagens em alguns aspectos de sua vida - seja positivo sobre si mesmo, ame-se e seja um bom amigo para você mesmo em primeiro lugar, para ser um bom amigo para os outros. Tenha orgulho de si mesmo, mas não seja muito arrogante ou fique se gabando: Apenas relaxe e seja você mesmo, e isso será o suficiente. 5.Encontrar novos hobbies e interesses para si mesmo. Muitas vezes, as pessoas evitam conversas sociais porque acham que eles não têm nada importante / útil para discutir. Tenha alguns hobbies saudáveis. É mais provável que você encontre pessoas com os mesmos interesses e podem ter boas conversas, ou mesmo aprender / ensinar uns aos outros. No final, você vai se sentir mais confiante e feliz com o seu conhecimento e experiência de um bando de passatempos diferentes e estará ansioso para dividir a sua experiência com os outros. 6.Tenha um estilo de vida saudável. Seja ativo fisicamente e mentalmente. Desfrute de alguns esportes, exercícios e caminhadas de manhã / à tarde, jogos que estimulam a mente, coma alimentos saudáveis e legumes frescos e aproveite a vida ao máximo. 7.Obtenha ajuda profissional. Se você não está motivado o suficiente para fazer tudo isso sozinho, ou você acha que sofre de timidez mais severa, então é uma boa idéia procurar um profissional para ajudá-lo. Há muitos profissionais de saúde mental e terapeutas que podem ajudá-lo a superar sua timidez. Localize grupos de suporte de pessoas como você e interaja com eles. Supere a timidez e desfrute de uma vida plena e feliz, cheia de grandes oportunidades. Não perca o potencial de maravilhosos amigos que você pode ter com um pequeno esforço da sua parte.
ENTRETENIMENTO

ENTRETENIMENTO







Como as telenovelas mudaram o mundo!

Muitas vezes as novelas não são vistas como bons exemplos para a sociedade. Quem é que não se lembra da Nazaré, da Senhora do Destino? Na época da novela, a vilã que sequestrou um bebê inspirou negativamente algumas mulheres a fazerem o mesmo. Outros exemplos não faltam. Sempre tem um personagem materialista e nefasto que fazem com que as novelas pareçam mais rasas e vazias do que promotoras de mudanças sociais.
Mas, em todo o mundo, o gênero tem conseguido proporcionar um “entretenimento educativo” – uma mistura de mensagens de serviço público e melodrama, que atingem milhões de espectadores. Confira abaixo algumas das boas mensagens que novelas passaram ao público pelo mundo. América Latina: Novos costureiros
Simplesmente Maria foi uma telenovela brasileira veiculada na extinta TV Tupi em 1970, inspirada na novela peruana de mesmo nome. A história de uma empregada doméstica que fez fortuna com suas habilidades na máquina de costura ficou extremamente popular em toda a América Latina e levou a um rápido aumento nas vendas de máquinas de costura. Simplesmente Maria era especialmente popular no México. Lá, houve rumores que mais pessoas assistiam a novela do que os jogos da Copa do Mundo de 1970. México: Alfabetizando a população
O escritor de novelas mexicano Miguel Sabido começou a estudar o fenômeno do Simplesmente Maria. Ele tinha escrito várias novelas populares no México, mas de conteúdo vazio. O que ele queria era mudança social. Sabino elaborou uma metodologia em que escritores poderiam criar uma novela que fosse ao mesmo tempo popular e educacional. Em 1975, metade da força de trabalho do México era analfabeta. Sabino criou uma série chamada “Ven Conmigo”, em que um homem idoso se alfabetizou e leu uma carta de sua filha pela primeira vez, em uma emocionante cena. Durante a série, um centro de distribuição nacional forneceu cartilhas de alfabetização gratuitas. 250 mil pessoas foram pegar suas cópias da cartilha, e o programa governamental de alfabetização aumentou nove vezes ao longo de um ano. No Brasil, uma novela também teve o objetivo de alfabetizar. João da Silva, de 1974, era exibida na TV Cultura e conta a vida de um homem que se arrisca no Rio de Janeiro para completar seus estudos. A telenovela misturava teledramaturgia com um curso supletivo de ensino fundamental. Foi um dos primeiros projetos inovadores de alfabetização pela televisão. Índia: Se case por amor!
Em 1984, Sabino foi convidado para escrever uma série na Índia. Lá, ele criou Hum Log, uma série que debateu grandes questões sociais do país, e atraiu uma audiência regular de mais de 50 milhões de pessoas. Uma das personagens, uma menina de família hindu, se apaixona por um muçulmano, e outro personagem quer se casar com uma mulher de casta inferior.Cada episódio terminava com uma mensagem do famoso ator Ashok Kumar, que incentiva o espectador a discutir as questões levantadas no programa. Ao longo da série, que durou 17 meses, a produção recebeu mais de 400 mil cartas de jovens telespectadores, suplicando-lhes para convencer seus pais a deixá-los se casar com o homem ou a mulher de sua vida. Índia: Igualdade feminina
Como muitas pessoas pobres ainda não tem televisão na Índia, a PCI Media Impact resolveu atingir mais pessoas através do rádio. Em 2002, eles criaram uma novela veiculada nas rádios chamada Taru, que desafiou o tratamento preferencial dos meninos sobre as meninas. Pesquisadores da série revelaram que meninas no estado de Bihar, em sua parte rural, não celebram seus aniversários. Eles decidiram contar a história de uma menina corajosa que pede e consegue uma festa pela sua família. Depois disso, ouvintes de toda a região começaram a preparar festas de aniversários para as meninas pela primeira vez.
Brasil: Primeiro beijo gay
O primeiro beijo lésbico em uma novela brasileira só aconteceu no ano passado, em Amor e Revolução (SBT). O beijo, que durou 40 segundos, aconteceu exatamente uma semana depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) julgou o reconhecimento da união estável homoafetiva. Se as histórias de beijos gays em novelas ainda é polêmica, no passado era muito mais. Quando dois homens se beijaram pela primeira vez na televisão aberta inglesa, surgiram manchetes no jornal do tipo “Tirem isso de nossas telas!”. África: Saúde sexual
Várias novelas no leste da África têm desafiado tabus ao discutir questões da saúde sexual. Uma série no Sudão contou a agonia de uma menina que sofreu mutilação genital. Entre 2004 e 2006, quando o programa estava no ar, as pesquisas sugeriram uma crescente oposição à prática. Uma série na Etiópia, entre 2002 e 2004, conseguiu fazer com que os jovens aumentassem a preocupação com métodos contraceptivos. Depois da novela, uma pesquisa indicou que um quarto da população que buscava aconselhamento contraceptivo em centros de saúde tinham se inspirado na série.
Afeganistão: Menos mortes em minas terrestres
Em 1994, quando os talibãs estavam no poder no Afeganistão, uma equipe da BBC criou uma novela de rádio que promoveu os direitos das mulheres e informava os ouvintes sobre como evitar o perigo de minas terrestres, que se espalharam pelo país. De acordo com pesquisa realizada pela ONU, os ouvintes regulares do programa eram duas vezes menos propensos de serem mortos por uma mina terrestre.



EU ACHO!

Piadas de Bêbados

O excesso de álcool pode alterar o comportamento de algumas pessoas, o que dá abertura para situações cômicas, o indivíduo fica bêbado e se torna alvo de piadas. Essa fama se deve aquela velha história de que a bebida entra e a verdade sai, mas isso não é uma regra, existem pessoas que mantém o controle de tudo o que fala e faz, mesmo consumindo bebidas alcoólicas. Normalmente, uma pessoa que ingere uma grande quantidade de álcool fica alterada e com isso não se importa muito nem com o ambiente e nem com as pessoas que estão a sua volta. Por conta disso um bêbado acaba falando algumas frases engraçadas e outras com uma dose de exagero ou sendo sinceros demais. Essas pessoas se tornam engraçadas não só por isso, mas também porque passam a rir e chorar sem pudor. Colocam pessoas em situações embaraçosas e até mesmo se complicam. E é por esse motivo que as piadas de bêbados fazem tanto sucesso, pois procuram passar com clareza o que acontece nessas situações. Devido a esse estado, quando alguém quer elaborar uma boa piada, o bêbado passa a ser uma ótima opção para confundir ideias e falar verdades.

Piadas de Azarados

Muitas pessoas acreditam que azar seja pura falta de sorte, mas existem também pessoas que procuram o lado positivo em tudo. Para as pessoas mais otimistas perder um ônibus pode ser um sinal positivo, de repente ele escapou de um acidente, de um engarrafamento de horas. Existem diversas formas de expressar ideias e uma delas é criticar com humor, por isso os trocadilhos e piadas que envolvem o humor negro são sucesso entre aqueles que gostam de interpretar piadas um tanto diferentes. Para muitos esse tipo de humor é algo de mau gosto, pois envolvem temas que normalmente são discutidos com seriedade, como a morte, o suicídio, o racismo, as deficiências físicas, intelectuais, doenças, violência, religião, pobreza e outros assuntos que para muitos não deve ser levado para o lado bem-humorado. Por isso é válido lembrar que esse tipo de humor gera muitos problemas e frustrações para quem não encara com tal esportiva. O humor negro se faz presente desde as rodas de conversas, músicas, poesias, filmes, desenhos animados e até em literaturas, e ao contrário do que muitos pensam esses trocadilhos não surgem por acaso, existem profissionais especializados para desenvolver esse tipo de humor. E, outras coisas desagradáveis que podem acontecer em um passeio. Mas, quando acontecem várias coisas inesperadas e que não favorecem muito uma determinada pessoa, ela passa a se considerar azarada. Com tanta falta de sorte, surgem várias piadas de azarados para divertir um pouco diante de tanto azar. Brincar com algum amigo que seja “pé frio” se torna engraçado, pois imaginar situações inéditas de puro azar envolvendo até mais de uma pessoa é uma boa opção para levar toda essa falta de sorte no maior bom humor. Uma forma de fazer uma piada diferente é enviar de presente uma ferradura de cavalo, um trevo de quatro folhas, um pé de coelho e outros objetos que para os supersticiosos trazem sorte para aqueles que precisam.

Se Você acha que andar de calças caidas e maneiro, Leia Isto!



Esta tendência nasceu nas penitênciárias dos Estados Unidos, em que os reclusos que estavam receptivos a manter relações sexuais com outros presos precisaram inventar um sinal que passasse despercebido aos guardas prisionais, para não sofrerem consequências... Por isso, quem usasse calças caídas abaixo da cintura, as vezes, de modo até mostrar parcialmente as nádegas, demonstrava que estava disponível para fazer sexo com outros homens. Então, malaco. Se liga. Usando a roupa assim, você está dizendo pra todo mundo: QUERO DAR A BUNDA! KKK Compartilhe...





Sbt - Ver Tv Online Record - Assistir Tv Online Record News - Tv Online Tnl Tele Novela - Tv Online Gratis Redetv - Tv Gratis Tv Gazeta - Tv Ao Vivo Cultura - Ver Tv Online Futura - Assistir Tv Online Viva - Tv Online Sony - Tv Online Gratis Sony - Tv Gratis Mtv - Tv Ao Vivo! Mix Tv - Ver tv Online Multi Show - Assistir Tv Online Mega Pix - Tv Online Tve - Tv Online Gratis Tcm - Tv Gratis JustTv - Tv Ao Vivo Telecine Fun - Ver Tv Online Telecine Pipoca - Assistir Tv Online Telecine Premium - Tv Online Telecine Action - Tv Online Gratis Telecine Touch - Tv Gratis TeleCine Cult - Tv Ao Vivo Hbo - Ver Tv Online Hbo2 - Assistir Tv Online Hbo Plus - Tv Online. Hbo Family - Tv Online Gratis Hbo Hd - Tv Gratis Fox - Tv Ao Vivo Fx  - Ver Tv Online Warner - Assistir Tv Online Universal  - Tv Online History  - Tv Online Gratis Tv History Hd - Tv Gratis Max Hd - Tv Ao Vivo Max Prime - Ver Tv Online Tnt - Assistir Tv Online Space - Tv Online Tv Mgm - Tv Online Gratis Cinemax - Tv Ao Vivo Cine Terror -  Ver Tv Online Cinema -  Assistir Tv Online Cine Comedia - Tv Online AE - Tv Online Gratis Trutv - Tv Gratis Gnt  - Tv Ao Vivo Speed - Ver Tv Online Ei - Assistir Tv Online Espn - Tv Online Espn Brasil - Tv Online Gratis Espn Hd  - Tv Gratis Fox Spots  - Tv Ao Vivo Tv Escola  - Ver Tv Online Discovery - Assistir Tv Online National Geographic - Tv Online Animal Planet  - Tv Online Gratis Chef Tv - Tv Gratis Icarly - Tv Ao Vivo 24 Horas - Ver Tv Online Prison Break - Assistir Tv Online Csi - Tv Online Glee - Tv Online Gratis Gossip Girl - Tv Gratis Lost - Tv Ao Vivo Stargate Sg1 - Ver Tv Onlinee Batman - Assistir Tv Online Vampires Diaries - Tv Online Chuck - Tv Online Gratis Axn - Tv Gratis Syfy - Tv Ao Vivo Sobre Natural - Ver Tv Online Dr House - Assistir Tv Online Two Dois Homens e Meio - Tv Online Todo Mundo Odeia o Chris - Tv Online Gratis Eu a Patroa e as Criancas - Tv Gratis Oz - Tv Ao Vivo Grey's Anatomy - Ver Tv Online Un Maluco No Pedaco - Assistir Tv Online Smallville - Tv Online Heroes - Tv Online Gratis Friends - Tv Gratis Panico Na Tv - Tv Ao Vivo Chaves - Ver Tv Online Disney Channel - Assistir Tv Online Cartoon - Tv Online Disney Xd  - Tv Online Gratis Nick Junior - Tv Gratis Nick- Tv Ao Vivo! Discovery Kids - Ver Tv Online Disney Junior - Assistir Tv Online Ra tim Bum - Tv Online Boomerang - Tv Online Gratis Toocast - Tv Gratis Bob Esponja - Tv Ao Vivo Os Pinguins De Madagascar - Ver Tv Online Doug - Assistir Tv Online Futurama - Tv Online Ver Tv Kernan e Kel - Tv Online Gratis Pokemon - Tv Gratis Drake e Josh - Tv Ao Vivo X-Men - Ver Tv Online Avatar - Assistir Tv Online Caverna Do Dragao - Tv Online South Park - Tv Online Gratis Padrinhos Magicos - Tv Gratis Cavaleiros Do Zodiaco - Tv Ao Vivo Coragem o Cao Covarde - Ver Tv Online Os Jetsons - Assistir Tv Online Dragon Ball Z - Tv Online Ver Tv DuckTalles - Tv Online Gratis Naruto - Tv Gratis Pica Pau - Tv Ao Vivo Os flingstones - Ver Tv Online Familha Da Pesada - Assistir Tv Online Tom e Jerry - Tv Online Phineas e Ferb - Tv Online Gratis Turma da Monica - Tv Gratis Ben10  - Tv Ao Vivo ScoobyDoo - Ver Tv Online Yu-gi-oh - Assistir Tv Online Os Simpsons - Tv Online  Yu Yu Hakashu - Tv Online Gratis The Walking Dead - Tv Grtais Tv Playboy - Tv Ao Vivo


Get your own Chat Box! Go Large!

free counters


tv globoBBB onlineGl.Inter.tv SBTBandeirantes tvrede record
rede tvPânico na Tvtv culturatv gazetacntCanal Futura
tv brasilmtvmix tvglobo newsrecord newsCanal VIVA
multishowgntband sportscombateCanal do futebolsportv
sportv2sportv3esporte interativoespn brasilespnespn hd
speed channelA&EdiscoveryDiscovery turboHome&Healtnatgeo
animal planethistory channelJust TvDesenhos animadostooncastboomerang
cartoon networkdisney channeldisney junior disney xddiscovery kidsnick
Nick JrTv AvatarTv PinguinsTv X-MENPadrinhos Magicostv pokemon
bob esponja tvtv Cavaleirosdragon ballDuck TalesTv Ben10Tom&Jerry
tnthbohbo 2HBO HDhbo plushbo family
cinemaxmax primemax hdfoxfxuniversal
studio universalmegapixtv onlinetc premiumtc funtv toutch
tc actiontc pipocaCanal MGMsonySony Spinwarner tv
TCMTBSFilmes de comédiatv seriestv SchoobyDooBatman
Phineas e FerbCoragem o cao covardeNarutotv DougTv I CarlyTv Drake&Josh
Kenan & KelTodo mundo odeia o Chrischaves tvTv Stargateglee tvtv friends
Tv Heroesdisney xdtv futuramaUma familia da pesadaSouth ParkGry´s Anatomy
canal smallvilleSobreNaturalThe Vampires diarieslost tvcsi tvSerie OZ
prison breaktv series24 horasGrossip Girl Tvserie tvDr House